Definitivamente não lidamos bem com a única certeza da vida. A morte repentina do jornalista Ricardo Boechat foi um duro golpe à rotina de todos que se familiarizaram com a voz do apresentador enquanto dirigiam a caminho do trabalho. Às 7:30h, salvo alguns atrasos e viagens, era sagrada a abertura do noticiário no radio, com o comentário bem articulado, por vezes controverso, sobre algum dilema do Brasil e de sua gente.

Comunicação com empatia

 

Como você reage quando ouve algo que não gosta, uma crítica, uma solicitação no ambiente de trabalho em tom agressivo ou um comentário que considera inadequado? Muitos optam por dois únicos caminhos: o ataque ou a defesa. Quase nunca, em momento de tensão ou desconforto, a opção é pelo diálogo, pela conversa franca e equilibrada, livre de jogos psicológicos e de julgamentos.

Damares Alves e o valor do Mídia Training

 

Relutei em escrever esse artigo, mas do alto de meus quase 30 anos e jornalismo preciso falar sobre a conflituosa relação entre a mídia e os cristãos evangélicos. Sou evangélica há 35 anos e passei quase  26 anos trabalhando em redações de retransmissoras das maiores Redes de Televisão do País.

Guerra de palavras em tempos de eleição

 

Matar ou morrer. Eis a ordem nas Redes Sociais. Quem tem mais força, mais argumento, mais informações- sejam elas verdadeiras ou não, "vence" o duelo. A Comunicação Violenta, no sentido mais real, se instalou no Brasil nesta véspera de eleição.

Conquiste Resultados com sua Comunicação

 

Ajudar pessoas não só a lidar com a imprensa, mas a desenvolver padrões funcionais de comunicação dentro das corporações, de maneira a criar ambientes harmoniosos, combater a fofoca, minimizar os efeitos de climas organizacionais que interferem negativamente nos resultados.

Media Training e o sufoco do eleitor

 

Ano eleitoral costuma ser um martírio! De um lado porque temos a responsabilidade de escolher um agente público, de outro porque sabemos que não é uma tarefa fácil. A cada eleição temos que lidar com a infindável verborragia dos candidatos. São frases sem sentidos, promessas sem consistência, ataques sem provas, cinismo sem limites.